Teatro e fé

Tudo começou em 1998, quando um pequeno grupo formado por jovens e adultos resolveu encenar, pela primeira vez, as principais cenas que marcaram a Paixão de Cristo.

Na época, sob a coordenação do padre Enzo Rizzo, os novos atores dedicaram-se aos ensaios e com o passar do tempo, a paixão pelo teatro foi se tornando cada vez mais forte e presente, pois sempre que possível os atores realizavam apresentações de cunho religioso, em locais públicos.
Com isso, as encenações passaram a se tornar parte das manifestações culturais de Tamandaré.

Em 2000, com o falecimento do padre Enzo Rizzo, o seu sucessor padre Marcos Gomes entregou a coordenação do grupo para Carlos Brito, que desde o início acompanhou os passos do grupo teatral.

Paixão de Cristo 1998 - 1º ano

Paixão de Cristo 2003

"Preocupados com os jovens da nossa comunidade, decidimos formar um grupo
pastoral com os jovens. Dessa forma, nasceu um novo grupo e realizamos um trabalho de evangelização tanto para os jovens atores como para toda a nossa comunidade", comenta Carlos Brito.

"Mateus - O cobrador de impostos"

Hoje, o grupo teatral de Tamandaré encena quatro peças: a "Paixão de Cristo" que conta com 40 participantes entre atores e figurantes; "A Vida de São Mateus - o Cobrador de Impostos" que inclui a participação de 15 pessoas; "O Primado de Pedro" (15 participantes) que sempre é encenado durante o dia de São Pedro, no mês de junho e a peça "Mãos Vazias" que ressalta a vinda de Jesus Cristo à terra. Essa última conta com a participação de seis atores.

Os ensaios do grupo teatral sempre acontecem durante os finais de semana e é através de doações que os atores conseguem montar os cenários e os figurinos de época. Para se tornar um integrante do grupo, não há burocracia. Basta apenas o interessado entrar em contato com o coordenador Carlos Brito e realizar um pequeno teste, para ver se ele tem vocação para se tornar um ator.

Cortesia de fotos  -  Carlos Brito

"O Primado de Pedro"

 

 

© atodigital.com

melhor visualização 8oox6oo sugestões e comentários: contato@guiatamandare.com.br